14 de set. de 2022


Começa no centro, lá bem dentro da gente - onde é bem quentinho. 
Nasce no coração e vai rodando, rodando, dançando e cantando 
– até que possa ser visto do lado de fora.
É assim que eu vejo o AMOR PRÓPRIO 
– numa bela e simples interpretação.


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário