24 de jul. de 2022

Sintomas das doenças psicossomáticas

O aparecimento dos sintomas pode variar de uma pessoa para outra, podendo haver sensação de mal-estar em várias partes do corpo, como:

Estômago: dor ou sensação de queimação no estômago, náusea, piora de gastrites ou úlceras gástricas;

Intestino: diarreia ou prisão de ventre;

Garganta: sensação de nó na garganta, irritações mais fáceis constantes na garganta e amígdalas;

Pulmões: sensação de falta de ar ou sufocamento, podendo simular doenças pulmonares ou cardíacas:

Músculos e articulações: tensão, contraturas, dor muscular ou dor nas costas;

Coração e circulação: sensação de dor no peito, que pode até ser confundida com infarto, além de palpitações, surgimento ou piora da pressão alta;

Rins e bexiga: sensação de dor ou dificuldade para urinar, que pode imitar doenças urológicas;

Pele: coceira, ardência ou formigamentos;

Região íntima: piora da impotência, diminuição do desejo sexual, dificuldade para engravidar ou alterações do ciclo menstrual;

Sistema nervoso: insônia, irritabilidade, crises de dor de cabeça, enxaqueca, alterações da visão, do equilíbrio, da sensibilidade (dormências, formigamentos) e da motricidade, podendo simular doenças neurológicas.

Pessoas que apresentam uma doença psicossomática podem sofrer por muitos meses ou anos até que se descubra a causa. Estes sintomas acontecem porque o estresse e a ansiedade fazem aumentar a atividade nervosa do cérebro, além de elevar os níveis de hormônios no sangue, como adrenalina e cortisol, o que aumenta a intensidade e duração dos sintomas.

Nas crianças, os sintomas mais comuns são dor abdominal frequente, dor de cabeça, cansaço e náuseas, sendo mais comum que a criança apresente apenas um sintoma, enquanto que os adultos costumam apresentar mais de um.

Matéria completa em

https://www.tuasaude.com/sintomas-de-doencas-psicossomaticas/




1.   Iemanjá

Nenhum comentário:

Postar um comentário